quarta-feira, 24/07/2024

Beto Pereira celebra o convênio para melhorias ao Jardim Samambaia

E defende a necessidade de parcerias com os governos estadual e federal.

O deputado federal Beto Pereira, do PSDB-MS, e pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, celebrou o convênio firmado entre o governo do Estado e o Ministério das Cidades para realizar melhorias significativas no Jardim Samambaia, região leste da Capital.

Durante sua recente visita ao Departamento de Regularização, Urbanização Integrada e Qualificação de Territórios Periféricos do Ministério das Cidades, em Brasília (DF), onde teve mais informações sobre o projeto, ficou evidente a relevância da iniciativa para a comunidade que abriga 476 famílias.

Beto Pereira destacou a importância do investimento em infraestrutura local, que inclui pavimentação, drenagem e a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no Jardim Samambaia. O pré-candidato salientou que tais ações não só irão beneficiar diretamente os moradores em termos de qualidade de vida, mas também demonstram um compromisso efetivo do Governo do Estado ao municipalismo e no atendimento das necessidades da população mais carentes.

“Esta é a oportunidade para as 476 famílias residentes no Jardim Samambaia receberem melhorias diretas em suas ruas e colherem os benefícios diretos também em suas casas. Além disso, o governo irá promover melhorias na infraestrutura local com a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), bem como a pavimentação e drenagem de toda a região. A iniciativa de Mato Grosso do Sul em apresentar este projeto é a forma correta de fazer o municipalismo e de atender efetivamente aqueles que mais necessitam”, disse Beto Pereira.

Como parte de suas propostas como pré-candidato, Beto Pereira tem a intenção de viabilizar a construção de moradias populares por meio de parcerias entre os governos federal, estadual e municipal.

Ele enfatizou que assegurar o acesso a moradias adequadas é fundamental para promover a dignidade e os direitos fundamentais de cada cidadão, constituindo uma meta prioritária e alcançável.

Ao abordar o tema do déficit habitacional em Campo Grande, Beto Pereira manifestou preocupação com a crescente precariedade das condições de moradia na cidade, que passou de 25 mil para 67 mil moradores nessas condições ao longo da última década.

Com mais de 60 comunidades identificadas, a cidade deixou de ser conhecida como a “capital sem favela”, evidenciando a urgência de ações efetivas para abordar essa realidade e garantir um ambiente digno para todos os seus habitantes.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

CGU faz devassa em Sesi/Fiems.

CGU faz devassa em Sesi/Fiems. Um relatório de avaliação promovido pela CGU, concluiu que o Fiems, presidido por Sérgio Longen, acumula dinheiro público e...

Luan Santana e Jade Magalhães anunciam gravidez

Aos 33 anos, o cantor sul-mato-grossense, Luan Santana e Jade Magalhães, de 31, surpreenderam os fãs nesta segunda-feira (22), ao anunciar que esperam o...

Ruralistas cercaram o território retomado de Panambi em Douradina

Em uma nova ameaça ao povo Guarani Kaiowá, ruralistas cercaram o território retomado de Panambi – Lagoa Rica, em Douradina. Na noite de segunda-feira...

Filho é preso por descumprir medidas protetivas contra a mãe em Naviraí

Polícia prende em flagrante homem por descumprimento de medidas protetivas de urgência em Naviraí. O fato chegou ao conhecimento da Autoridade Policial quando uma...