domingo, 21/07/2024

Beto Pereira fala de mutirão para reduzir fila na Saúde de Campo Grande

O Deputado Federal Beto Pereira (PSDB-MS), pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, fez duras críticas à demora nos atendimentos de saúde na cidade, classificando-a como a “fila da vergonha” e que fará mutirão para acelerar os exames e cirurgias na rede pública.

Beto Pereira destacou a disparidade entre o orçamento de R$ 2 bilhões destinado à saúde e a deficiência na oferta de medicamentos básicos, como a dipirona, nas farmácias das unidades de saúde. Ele apontou a questão das longas filas para exames mencionando especificamente o caso de endoscopias. “Chega a durar 11 meses de espera. A gente não pode se conformar com a situação. É muito dinheiro para Saúde e pouco resultado”, aponta Beto.

O pré-candidato enfatizou a importância da estruturação da Saúde em Campo Grande e o fortalecimento da Atenção Básica como fundamentais para oferecer atendimento de qualidade à população desde o primeiro contato com o sistema de saúde.

Segundo ele, atualmente, 70% das pessoas atendidas nas UPAs deveriam estar recebendo cuidados nas unidades de saúde mais próximas de suas residências. Propôs, como medida prioritária, a recuperação da Atenção Primária antes de avançar para a média e alta complexidade, defendendo ainda a construção de um hospital municipal.

“Para resolver a situação que se encontra a Saúde de Campo Grande iremos precisar fazer um grande mutirão porque são milhares e milhares de pessoas à espera por exame e cirurgia e nós temos que atacar de forma urgente essa fila da vergonha”, afirmou.

Capital deixou de ser referência

Beto Pereira ao ser questionado os motivos de querer concorrer a Prefeitura de Campo Grande, argumentou que a cidade se encontra estagnada no tempo, tendo perdido sua relevância como referência para os demais municípios de Mato Grosso do Sul, o que resulta em prejuízos diretos para a população.

“Durante meu mandato como prefeito de Terenos, eu via em Campo Grande um reflexo das boas práticas sociais e das ações inovadoras. Campo Grande era reconhecida nacionalmente por esses aspectos. É crucial resgatar essa essência. Meu partido, o PSDB, juntamente com o apoio de outras legendas, está me proporcionando a oportunidade de apresentar um plano de reconstrução para Campo Grande. Este projeto reúne um grupo comprometido, como o governador Eduardo Riedel e o ex-governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que desempenharam papel fundamental na construção de um novo cenário para Mato Grosso do Sul. É exatamente isso que queremos replicar em Campo Grande”, explicou Beto Pereira.

Ao concluir, Beto Pereira afirmou que a candidatura foi construída de forma sólida. “Inicialmente, houve um processo de construção dentro do PSDB e posteriormente uma colaboração com partidos aliados. Essa parceria tomou forma e se tornou robusta. O projeto está consolidado e estou confiante de que irem

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Carlla Bernal: Enfermeira dedicada e líder comunitária, pré-candidata a vereadora pelo MDB

Carlla Bernal é uma enfermeira dedicada, com vasta experiência no SAMU e reconhecida por sua atuação exemplar na saúde pública. Além de sua trajetória...

Homem nega R$ 20 a criminosos e tem os pulsos cortados no Tiradentes

Homem nega R$ 20 a criminosos e tem os pulsos cortados no Bairro Tiradentes em Campo Grande. Os policiais foram acionados que havia uma...

Carpinteiro fica com estaca presa na cabeça e sobrevive no Rio de Janeiro

Vitor Soares do Nascimento sobrevive após ter estaca de madeira cravada no crânio no último dia 10 num acidente de trabalho em Mangaratiba, na...

PRF recupera Hyundai/Creta roubado em SP na BR-060

Polícia Rodoviária Federal apreendeu 879 Kg de maconha na BR-060 em Campo Grande. Os policiais abordaram um Hyundai/Creta. O motorista não parou, entrando em...