quarta-feira, 24/07/2024

Gerson enaltece ação dos Estados e de voluntários no socorro às vítimas da tragédia climática gaúcha

A ação coordenada das três instâncias do poder público, combinada com o trabalho de voluntário de brasileiros de todas as regiões do País no socorro às vítimas da tragédia climática do Rio Grande do Sul , tem sido fundamental para salvar vidas , minorar o sofrimento de quem perdeu tudo e está desabrigado .
” Em momentos como este , de comoção nacional, fica evidenciado que o brasileiro é solidário, abraça causas humanitárias, revelando o verdadeiro espírito da brasilidade. Essas enchentes demonstraram mais uma vez a importância do poder público agir de forma articulada. Os estados juntaram suas forças de segurança , estruturas de defesa civil para reforçar o trabalho do aparato público gaúcho”, destacou o presidente da ALEMS ao manifestar apoio a moção de congratulações às equipes de bombeiros e da Defesa Civil que estão trabalhando no socorro e resgate das vítimas .
Na opinião de Gerson Claro não faz sentido em meio a essa situação de calamidade, incentivar narrativas polarizadas que estão contaminando o ambiente político. ” O momento é de juntar forças . O trabalho voluntário é importante , complementa da presença do poder público no socorro aos desabrigados”, destacou .
Até o início da semana, as equipes de Mato Grosso do Sul haviam resgatado 312 pessoas , 271 animais e ainda realizaram 62 ações humanitárias.
No sábado passado , saíram mais oito militares rumo a São Leopoldo (RS) e na segunda-feira (13) seguiram viagem mais três bombeiros acompanhados da cadela Laika, para ajudar nas buscas.
No grupo tem especialistas em salvamento terrestre, aquático e de altura, além de mergulhadores. Eles se juntaram à primeira equipe que seguiu para cidade gaúcha no começo do mês.
Já a cadela de busca Laika, que é da raça pastor holandês, foi para o estado gaúcho nesta segunda-feira com mais três bombeiros militares. Eles vão para cidade de Encantado. O objetivo é atuar em locais que tiveram deslizamentos, nas buscas por pessoas desaparecidas.
O cão farejador é altamente preparado para estas situações, tanto que já recebeu a Certificação Nacional de Cães de Busca e Resgate. Ela é aprovada para buscas urbanas, inclusive tendo autorização para atuar em ocorrências em todo Brasil. Seus treinamentos são constantes para estar apto a atuar em situações como que enfrenta o Rio Grande do Sul.

Apoio e solidariedade

Além das equipes do Corpo de Bombeiros, Mato Grosso do Sul também tem outras frentes de ajuda ao povo gaúcho. Foi enviado no dia 4 de maio um helicóptero esquilo, prefixo PT-FRN da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul). Ele conta com cinco militares especialistas em busca e salvamento, que já realizou uma série de resgate de pessoas, entre elas crianças, idosos e até gestantes.
O Governo do Estado iniciou nesta segunda-feira (13) o embarque de 15 mil cobertores doados para o estado gaúcho. O envio é feito por via aérea e todo o trabalho de transporte é organizado pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil Estadual.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Estão abertas as inscrições para Festival de Praia em Sonora, que acontece nos dias 27 e 28

Nos dias 27 e 28 de julho, o Balneário do Sol, em Sonora, será palco do Festival de Praia. O evento contará com oficinas...

Motorista perde carro para bandido e leva coronhadas no Nova Lima

Um motorista de 25 anos, foi assaltado e teve o carro levado pelo criminoso, na noite desta quinta-feira (18), no bairro Nova Lima, em...

Fundesporte abre consulta pública on-line sobre os programas Bolsa Atleta e Técnico

Com o objetivo de tornar o esporte ainda mais igualitário, acessível e democrático, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio...

Presídio de Coxim recebe ação do projeto “Alimentação Segura, Qualificação sem Barreiras”

Reeducandos do Estabelecimento Penal Masculino de Coxim participaram do curso “Boas Práticas de Manipulação de Alimentos”, como parte do projeto “Alimentação Segura, Qualificação sem...