quinta-feira, 30/11/2023

Júri popular condena a 7 anos de prisão homem acusado de matar ex-padrasto

Júri popular condenou a 7 anos de reclusão em regime fechado, Everton Vareiro Soares (29) pelo assassinado do ex-padrasto Adilson Mariani, ocorrido em 18 de abril de 2021. A sentença é do juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.  Segundo a denúncia, Adilson e a mãe de Everton tiveram um relacionamento, mas na época dos fatos estavam separados. Mesmo assim, a vítima dormiria na casa dela naquela noite. O ex-padrasto e o autor ingeriram bebidas alcoólicas e após brigarem Everton de posse de uma faca atingiu o rosto de Adilson. Ao cair no chão o autor ainda desferiu outra facada. Em seguida fugiu sendo preso mais tarde em flagrante.

 

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

Mais notícias

Ato de solidariedade, doadores de sangue podem salvar até quatro vidas com apenas 450ml

A doação de sangue representa não só um ato de solidariedade por parte de quem doa, mas também uma fração de esperança para aquele...

Tecnificação de máquinas agrícolas – SENAR MS

Interpretar o mapa de plantio, a velocidade e a profundidade com que a semente é lançada no solo, são algumas das funcionalidades das máquinas...

Grave acidente termina em morte na BR-163

Motorista do Gol morre e dois passageiros ficam gravemente feridos após bater de frente com uma carreta na BR-163 entre Dourados e Caarapó. Chovia...

Condição de saúde do Papa é “boa e estacionária”

O Diretor da Sal de Imprensa da Santa Fé/Vaticano; Matteo Bruni disse em relação a saúde do Papa. "Confirmo que a tomografia computadorizada descartou...