segunda-feira, 22/07/2024

Nelson Cintra mantém escola cívico-militar e investe R$ 3 milhões em reforma e ampliação

Uma das sete unidades do Estado de gestão compartilhada entre a educação tradicional e a disciplina militar, a Escola Municipal Cívico-Militar Cláudio de Oliveira, de Porto Murtinho, foi mantida pelo município mesmo depois da extinção do projeto pelo governo federal. Além de garantir o formato de ensino com recursos próprios, o prefeito Nelson Cintra ainda investiu R$ 3 milhões na reforma e ampliação do estabelecimento, criado em 1975.

A entrega das obras da tradicional escola ocorreu no sábado (15), durante as festividades em comemoração dos 112 anos de emancipação do município, com a presença da senadora Soraya Thronicke. Também com recursos próprios, a prefeitura remodelou o prédio e construiu uma quadra de esportes coberta, nova cozinha com amplo refeitório e barracão de atividades e mudou o sistema elétrico para suportar a instalação de ar condicionado em todas as salas.

“O modelo que implantamos está cumprindo seu papel, a partir do momento que o Estado fica mais presente, não só pelo braço da educação, mas pelo da segurança”, afirmou o prefeito murtinhense. “A escola cívico-militar foi um dos primeiros pedidos que fizemos ao (ex-governador) Reinaldo Azambuja, e hoje vejo esses jovens fazendo a grande diferença na sociedade, com um futuro brilhante pela frente, direcionados para uma vida de sucesso.”

Formação cidadã

Implantado em 2021, no início do terceiro mandato de Nelson Cintra, a escola cívico-militar foi aprovada pelos alunos, pais e a comunidade local, motivando a sua permanência mesmo sem os recursos federais. “Na realidade, nunca recebemos essa verba do Ministério da Educação”, relata a secretária municipal de Educação, Rita de Cássia Padilha. A manutenção do sistema educacional conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Polícia Militar.

Além da formação educacional e cívica, os alunos da Escola Cláudio de Oliveira participam de vários projetos desenvolvidos pela prefeitura, como o de fanfarra, atendimento psicossocial, educação para a cidadania e empreendedorismo, com atendimento ainda às famílias em casos disciplinares e de vulnerabilidade social. A maioria dos 498 alunos é de origem humilde, morando na cidade ou no campo, e muitos residem do outro lado da fronteira, no Paraguai.

Durante a entrega das obras à comunidade, o prefeito murtinhense lembrou que os investimentos na escola e na reestruturação da cidade são resultados do bom relacionamento com o governador Eduardo Riedel, bancadas federal e estadual e Câmara de Vereadores. “A gente já sente as mudanças com a Rota Bioceânica, nossa população está motivada e feliz, e isso nos estimula a trabalhar cada vez mais para garantir o novo desenvolvimento”, disse.

Protagonista da rota

Com R$ 3 milhões destinados ao município por meio de emendas, a senadora Soraya Thronicke elogiou a decisão do prefeito de assumir a escola cívico-militar. “Sua gestão faz a grande diferença na educação e percebo que Porto Murtinho mudou e será a grande protagonista da Rota Bioceânica”, pontuou. A parlamentar prometeu destravar os recursos no Ministério da Educação para a segunda etapa da reforma da escola, que inclui uma piscina semi-olímpica. 

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Comissão de deputados vai acompanhar o processo de relicitação da Malha Oeste

Em tramitação na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o processo de relicitação da Ferrovia Malha Oeste será acompanhado por comissão formada por sete...

Investimentos em infraestrutura aérea colocam Camapuã na rota do desenvolvimento de polo de celulose

Na rota do desenvolvimento de um dos principais polos de celulose do Brasil, o município de Camapuã tem visto o progresso chegar a passos...

Investimento e geração de empregos: empresa realiza pesquisa para identificar gás natural em MS

O grupo empresarial Eneva –Soluções em Energia realiza uma pesquisa em 14 municípios do Estado para identificar a existência de gás natural do Mato...

Governo de MS abre edital para seleção de professores de ioga nas escolas da Rede Estadual

O Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Setesc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Cultura) e Fundesporte (Fundação de Desporto...