domingo, 14/07/2024

Papy defende projetos que garantem desenvolvimento para futuro de Campo Grande

Na última sexta-feira de 2023, o vereador Papy (SOLIDARIEDADE) participou da sessão extraordinária da Câmara Municipal de Campo Grande e defendeu cinco projetos que garantem desenvolvimento para a Capital.

“A política pública não tem cara de ninguém, nem nome de ninguém, é pra todos. Não existe essa de grande ou pequeno no Prodes, o Prodes é para todos, é um Programa de Desenvolvimento. Pouco importa se é o grande ou o pequeno que está dando emprego. É uma política pública que visa crescimento da cidade. Você provoca o desenvolvimento da cidade com geração de empregos e construção direta, e a prefeitura dá a compensação com a isenção de impostos. A política pública do Prodes é uma política eficiente, que gera desenvolvimento para a cidade, eu só lamento ter votado o Prodes no fim do ano, sendo que poderíamos ter votado muito mais desenvolvimento para Campo Grande”, afirmou Papy.

Os projetos do Executivo visam incentivos a empresas no Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (Prodes). Os projetos foram aprovados por 23 votos favoráveis e um contrário.

Segundo o projeto de lei 11.227/23, foi autorizada a concessão de incentivos à empresa JBS S/A. Já o projeto 11.229/23 autorizou a doação de imóvel público, com encargos, à empresa Ponzan Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios LTDA. O projeto de lei 11.230/23 autorizou a transferência de titularidade de imóvel para a Parisi & Cia LTDA, e o projeto de lei 11.234/23 autorizou a adesão da empresa Brasil Telecom Call Center S/A ao Plano de Repactuação do Prodes. Por fim, o projeto de lei 11.231/23 autorizou a doação de imóvel público, com encargos, à empresa Vanessa Locatelli Mendes Eirelli.

Outra aprovação na sessão extraordinária foi o projeto de lei 11.232/23, de autoria da Mesa Diretora, que altera o anexo das emendas parlamentares impositivas na Lei Orçamentária de 2023. Conforme a justificativa, a norma refere-se a uma adequação à LOA para o exercício de 2023, aprovada ainda em 2022, com objetivo de cumprir as emendas parlamentares impositivas.

Ao concluir as atividades parlamentares, Papy avaliou o ano de 2023 como um ano divisor de águas na sua atuação de vereador de Campo Grande. Parlamentar de dois mandatos, Papy começou como assessor parlamentar na Câmara Municipal por 8 anos e, no próximo ano, completará 16 anos de Casa Legislativa.

“Em todos esses anos alimentei vários sonhos, e os persegui com disciplina, um deles era ter a oportunidade de liderar a Relatoria do Orçamento público municipal. Achava demais, era a peça mais importante votada todos os anos, porque fazia a diferença na vida das pessoas, com recurso para educação, melhorias para a saúde, mais recursos para obras, orçamento para política pública de juventude. Mas eu me imaginei diversas vezes fazendo isso! Esse ano de 2023 tivemos a honra e satisfação de ser o relator da Lei orçamentária anual de Campo Grande e, ao final dessa jornada, apresentei um relatório robusto e cheio de novidades, principalmente, para o parlamento, haja vista que ampliamos as emendas individuais impositivas, conquista está que vai perdurar por gerações!”,finalizou Papy.

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Filho do cantor Zé Vaqueiro morre aos 11 meses de vida

O filho do cantor Zé Vaqueiro, que ficou internado na UTI desde o nascimento após diagnóstico de síndrome, morreu nesta terça-feira (9) com 11 meses. Zé...

Criminoso invade haras e tentar matar jovem de na fronteira

Criminoso invade haras e tentar matar jovem de 22 anos em Ponta Porã. A vítima estava com seu primo quando foi verificar barulhos no...

Caminhão dos Correios tomba na MS 112, próximo à Cassilândia

Caminhão dos Correios seguia no sentido Inocência/Cassilândia quando por razões desconhecida tombou na curva quando descia a serra na MS-112, próximo ao cemitério municipal...

Rodolfo Nogueira tem emenda aprovada e barra plano de Lula de taxar a carne

O deputado federal Rodolfo Nogueira (PL-MS) teve emenda que prevê zerar alíquota da carne, peixes e de derivados do leite aprovada na noite da...