quarta-feira, 24/07/2024

Programa de Estágio do Governo de MS proporciona realização profissional aos acadêmicos

Fazer estágio no Museu da Imagem e do Som (MIS) tem sido fundamental para Mayara Santos Severino se encontrar na sua área de formação. Acadêmica do curso de Artes Visuais na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), aos 25 anos ela está no oitavo semestre e já decidiu que quer seguir trabalhando no museu, lugar onde ela se sente à vontade e gosta de atuar.

As principais atividades que ela exerce estão voltadas para o ambiente educativo do museu, onde organiza e media as visitações das exposições. A Mayara atua em todo o processo desde o início, agenda as visitas, recebe e acompanha o público nas visitações, entre eles turmas escolares e também atua nas oficinas que o museu oferece.

“Fazer estágio no MIS está sendo muito enriquecedor. Eu gosto de exercer a função que desempenho aqui porque são atividades que eu aprendo e desenvolvo no curso de Artes Visuais, como a mediação das visitações que tem o intuito não somente de acompanhar o visitante, mas também de ampliar, construir, reconstruir conceitos e proporcionar experiências para todos na visita. Tudo isso faz parte do processo educativo em museu e é o que eu mais gosto de fazer”, contou.

Mayara se sente realizada trabalhando no MIS, acredita que a experiência que tem vivenciado durante o período de estágio foi o fator decisivo para ela entender o que realmente quer nesse primeiro momento da profissão, que é continuar trabalhando em museu.

O seu supervisor que hoje é o gerente do MIS, Alexandre Sogabe a incentiva e comenta que a Mayara é bastante talentosa e dedicada aos trabalhos que o museu desenvolve. Ele ainda ressalta que o Programa de Estágio proporciona uma troca de conhecimento de ambos os lados, o que oxigena a rotina de trabalho. 

“Nossa estagiária é bem prestativa e está trazendo um entusiasmo novo para nossas atividades. Para nós supervisores é muito importante o contato com os mais jovens para que seja promovido o intercâmbio intergeracional. Os estagiários trazem novas abordagens e tecnologias e nós oferecemos a experiência e metodologias de trabalhos, ” explicou.

O Museu da Imagem e do Som é uma unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul que tem a finalidade preservar os registros que compõem a memória visual e sonora de MS e promover o acesso aos bens culturais que formam a identidade cultural do Estado. Seu acervo conta com mais de 10 mil itens entre fotografias, filmes, vídeos, cartazes, discos de vinil, objetos e registros sonoros. Desde a sua criação, em 1997, o MIS tem desenvolvido ações museológicas no sentido de contribuir com a formação e a difusão de conhecimento no Estado, oferecendo à comunidade uma programação diversificada que compreende palestras, oficinas, cursos, seminários, mostras de cinema e exposições.

Programa de Estágio

 O ‘Programa de Estágio Supervisionado e Capacitação Técnica’ é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundect e Segov, em parceria com a UFMS, UEMS e Fapec, coordenado pela Segem. Acadêmicos da UFMS, UEMS, UCDB, IFMS, Uniderp e UFGD, participam do programa.

O objetivo é proporcionar experiência aos jovens acadêmicos de cursos de graduação do Estado, oferecendo formação na área de gestão e administração pública, aplicadas às várias atuações e frentes políticas e governamentais, bem como formação aos gestores estaduais que recebem os estagiários em suas respectivas pastas.

A carga horária do estágio é de 30 horas semanais, com seis horas diárias de atividades, com uma bolsa-auxílio no valor de R$ 1.100,00 e seguro, além de auxílio-transporte, no valor de R$ 200. A duração do estágio é de 12 meses, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Mara Caseiro conclui semestre com muitas realizações e conquistas para MS

Muito trabalho por Mato Grosso do Sul é o lema da deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) que, neste semestre, apresentou 79 indicações de melhorias...

Seu pet costuma comer fezes? Veterinário do CEUB explica o fenômeno da coprofagia

Queixa recorrente de alguns tutores, a coprofagia, ou ingestão de fezes, é um comportamento comum entre alguns cães e gatos. O consumo do excremento...

‘Casamento às Cegas’: participante recebe medida protetiva após denúncia de estupro contra ex-marido

A Justiça de São Paulo concedeu medida protetiva à participante Ingrid Santa Rita, do reality "Casamento às Cegas", da Netflix, após ela denunciar o ex-marido pela suposta prática...

Indicado por Hashioka, novo Refis é aprovado na Assembleia Legislativa

Foi aprovado nesta terça-feira, 17, na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 149/2024, do Poder Executivo, que trata de formas excepcionais de pagamento de...