domingo, 21/07/2024

Reeducandos de MS produzem bolas oficiais para campeonatos e atletas com deficiência visual

No Estabelecimento Penal de Rio Brilhante, uma iniciativa inovadora está levando oportunidade de ocupação produtiva aos reeducandos e impactando positivamente a comunidade esportiva do Brasil.

Graças a uma parceria entre a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) e a empresa Dualt Indústria de Artigos Esportivos, 56 internos estão envolvidos na produção de bolas oficiais de futebol de campo, salão e society, além de bolas com guizo destinadas a atletas com deficiência visual.

Em média, são confeccionadas 1,8 mil bolas por mês. As bolas com guizo, que têm uma demanda menor por serem direcionadas a um público específico, somam cerca de 250 unidades por ano; o guizo (chocalho) presente dentro da bola orienta os atletas a sentirem a trajetória da bola durante as jogadas.

Os reeducandos recebem treinamento especializado, que abrange tanto as técnicas de confecção quanto as normas de qualidade, garantindo um produto final que atende aos rigorosos padrões de campeonatos e confederações em diversas partes do país.

Além de proporcionar uma nova profissão, o trabalho na confecção de bolas garante remuneração aos internos, baseada na produtividade, e a remição de um dia na pena a cada três dias de serviço prestado.

“Hoje, estamos com 40% dos internos trabalhando aqui, graças a parcerias como esta com a Dualt. Nossa meta é dobrar essa participação, chegando a 80% dos custodiados em ocupações laborais ainda este mês, com abertura de novas frentes de trabalho”, destaca o diretor do presídio de Rio Brilhante, Leoney Martins.

Ações como essa são coordenadas pela Diretoria de Assistência Penitenciária da Agepen, por meio da Divisão de Trabalho Prisional, e empresários que tenham interesse em contratar ou conhecer mais sobre as parcerias podem entrar em contato pelos telefones (67) 3901-1750 / 1046 ou e-mail trabalho@agepen.ms.gov.br.

Solidariedade

A iniciativa não só oferece uma nova perspectiva de vida aos custodiados, mas também promove solidariedade. Parte da produção é destinada a projetos sociais que utilizam o esporte como ferramenta de inclusão para crianças.

Recentemente, o projeto ‘Bom de Bola Bom na Escola’, da Polícia Militar de Iguatemi, recebeu cinco bolas. A Escolinha de Futebol da AABB, que atende crianças de 4 a 14 anos, foi contemplada com 10 bolas. Além disso, projetos de igrejas evangélicas de Rio Brilhante e a comunidade de Prudêncio Thomaz também foram beneficiados. Outras 20 bolas serão direcionadas a uma ação em Aquidauana.

Na opinião do diretor da unidade penal de Rio Brilhante, a iniciativa não só reforça a importância da ressocialização através do trabalho, mas também demonstra como o esporte pode ser um poderoso agente de mudança social.

Com a expansão prevista, mais internos terão a chance de recomeçar e contribuir para a sociedade, enquanto jovens de diversas regiões encontram no esporte, um caminho para um futuro melhor.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Pizzaria com 25 anos de tradição e fabricante de gelo recebem Congratulação de Papy

Ser empresário neste país não é uma tarefa fácil. Pensando assim que o vereador Papy (PSDB) homenageia aqueles que se destacam e contribuem com...

Funtrab e MS Qualifica capacitam e empregam pessoas em situação de rua e vulnerabilidade na Capital

 A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) realiza nesta terça-feira (16), por meio do Programa MS Qualifica, a entrega de certificados...

TCE-MS fiscaliza aterro sanitário em Sidrolândia

Uma equipe da Divisão de Fiscalização de Obras e Serviços de Engenharia e Meio Ambiente (DFEAMA) do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul...

Polícia desarticula grupo criminoso de estelionato em Dourados

Polícia desarticula grupo criminoso de estelionato em Dourados. Quatro indivíduos foram presos em flagrante por praticarem golpes por meio de falsos anúncios de compra...