sábado, 20/07/2024

Vereador Zé da Farmácia visita a Praça Imigrantes, abandonada no centro de Campo Grande.

A Praça dos Imigrantes, localizada na região central de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, é um importante espaço público dedicado ao artesanato e à cultura local. Situada no quadrilátero formado pelas ruas Rui Barbosa, Barão Melgaço, Joaquim Murtinho e Rua dos Imigrantes, a praça é dividida em duas partes: uma com lanchonete e banheiros, e outra com 30 estandes onde são vendidos diversos tipos de artesanatos, incluindo cerâmica, couro, arte indígena, mosaicos, tecelagem, bordados e pinturas.

Infelizmente essas informações não condizem mais com a realidade desse espaço. Em visita, o vereador Zé da Farmácia encontrou uma situação precária, bem no coração da capital Morena.

“Está tudo abandonado, as lojinhas todas quebradas, uma fedentina insuportável, além de uma grande quantidade de moradores de rua que habitam o local, transformando o entorno em um caos para os comerciantes.” Cita o vereador.

A praça foi inicialmente estabelecida em 1888 e tinha como objetivo o significativo trabalho para a comunidade ao longo dos anos, hospedando casamentos, desfiles e até servindo de estacionamento para carros de boi. Em 1912, foi renomeada para Praça Costa Marque em homenagem a um governador do estado, mas eventualmente ficou conhecida como Praça dos Imigrantes, celebrando a contribuição dos imigrantes para a cidade.

Quem passa pela Praça dos Imigrantes, no Centro de Campo Grande, observa um espaço em abandono, aguardando o final de uma revitalização que era para ter sido terminada em setembro de 2023. O espaço ganhou a reforma após 22 anos para ter nova calçada, substituição da rede elétrica e banheiros.

Porém, com atraso, a realidade é muito diferente dos ambientes festivos das vendas de artesanato e eventos culturais que movimentavam o Centro. O valor total da obra com participação da Prefeitura de Campo Grande, Caixa Econômica Federal e Ministério do Turismo é de R$ 226.182,22. “Já foram destinados aproximadamente 220 mil reais em reformas nos últimos anos, mas sem a devida execução. Estamos novamente oficiando os pedidos para essa tão importante região de nossa cidade.” Salienta o parlamentar.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Barroso mantém processo de privatização da Sabesp

Presidente do STF mantém processo de privatização da Sabesp. O Ministro Luís Roberto Barroso, presidente do STF, rejeitou pedido feito pelo PT para suspender...

Festival Bonito Cinesur exibe filmes da América do Sul e destaca a importância do cinema para o turismo

De 19 a 27 de julho, o principal destino e ecoturismo do país recebe o Festival Bonito Cinesur - Festival de Cinema Sul-Americano pelo...

As Dez Mais

Terça, 16 de julho de 2024. Hoje é Dia Mundial da Cobra. “Leões e panteras são inofensivos, mas tome cuidado com galinhas e patos porque podem...

Senador Nelsinho Trad conquista inclusão de ioga nas Escolas Públicas de MS

Governo do Estado publicou, nesta quarta-feira, processo de seleção de professores que vão dar aulas a partir de agosto; atividade contribuiu para melhorias nos...