quinta-feira, 23/05/2024

Agropecuária foi o tema dos debates na tribuna da ALEMS

O deputado Junior Mochi (MDB) abordou na tribuna nesta quinta-feira (7), durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), assunto que preocupa os agricultores. “Esse tema já foi abordado há duas semanas, objeto de uma indicação minha a pedido da Federação de Agricultura de Mato Groso do Sul [Famasul] e da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul [Aprosoja], e agora, após a colheita de cerca de 60% da soja, temos números mais reais para poder apresentar e demonstrar a preocupação com esse assunto”, avaliou.

“É um discurso em defesa da economia de Mato Grosso do Sul, na segunda, eu estive reunido com o presidente e diretoria da Famasul e Aprosojsa, discutindo a gravidade desse assunto para o Estado, e ontem participei de reunião virtual com a Famasul, Aprosoja, Governo do Estado e o ministro de Economia, Carlos Fávaro, em que foi apresentada o ministro da agricultura se comprometeu a apresentar uma proposta em 15 dias a apresentar uma proposta de encaminhamento para tentar minimizar o problema de agricultores e pecuaristas, prevendo a parcela do custeio e também a prorrogação da parcela de investimentos”, relatou.  

O parlamentar alerta que o que afeta o agricultor, chega aos outros setores da economia. “Momento delicado que merece atenção e apoio desta Casa de Leis e o Governo do Estado, pois estão sendo afetados todos os produtores e toda a economia sul-mato-grossense. Hoje manchete trouxe que Crise na Agricultura pode gerar 14 bilhões de prejuízo em Mato Grosso do Sul. E esse número pode ainda ser maior devido a quebra de safra e diferença do valor do preço da saca praticada em relação ao ano passado, e isso afeta toda a cadeia econômica do Estado, não só a produtiva”, concluiu Junior Mochi.

O deputado Pedrossian Neto (PSD) parabenizou o olhar lançando para uma crise que está aumentado de tamanho. “É curioso como esse setor teve prosperidade. As pessoas quando ouvem um pronunciamento acham que é choradeira. O problema existe, é grave, que temos a confluência de inúmeros fatores, há o problema climático existe, mas não é só isso, ainda assim o maior problema não é o de produção, é o do preço da saca de soja desvalorizada, se os custos não baixaram nessa proporção das commodities”, disse.

O deputado Coronel David (PL) também elogiou o pronunciamento da tribuna. “Nos enriquece em abordar um assunto tão importante para a economia de Mato Grosso do Sul e do Brasil. A crise vivida no campo afeta de forma significativa os outros setores, principalmente o comércio. Elogio a forma e qualidade do pronunciamento que traz para a Casa de Leis a abordarem um assunto tão importante e que merece acompanhamento da Assembleia Legislativa para reverter esse caso preocupante”, ressaltou.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

AQUIDAUANA: Educação realiza reunião para avaliação e monitoramento do ensino.

A comissão que integra o Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação (PME), da Secretaria Municipal de Educação realizou uma reunião para discutir...

Ladras são presas tentado furtar loja em Nova Andradina

Câmeras de Segurança flagraram duas mulheres furtando uma loja no centro de Nova Andradina. Um dos funcionários impede que as larápias saiam da loja....

PRF apreende 35 kg de maconha na BR-267

PRF apreendeu 35 kg de maconha na BR-267 em Nova Andradina. Os policiais rodoviários federais deram ordem de parada a um veículo VW/Gol. O...

Motorista é preso com maconha na BR-376

A PRF aprendeu 292,8 kg de maconha no Km 145 da BR-376 em Ivinhema. Os policiais deram ordem de parada ao veículo GW Gol....