quinta-feira, 23/05/2024

Após luta e persistência de Renato Câmara, ponte é construída na MS-340 ligando Ribas do Rio Pardo a Nova Andradina

Uma das incansáveis lutas do mandato do vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Renato Câmara (MDB), está resultando numa obra de extrema importância: a construção de uma ponte de concreto de 30 metros de extensão e 6 metros de largura, sobre o Córrego Raízes (Córrego Viga), na MS-340, entre os municípios Ribas do Rio Pardo e Nova Andradina. Com o passar dos anos, a ponte de madeira que ali existia ficou totalmente deteriorada, quebrou e acabou sendo levada pelas águas.

Renato Câmara fez visita in loco e constatou o que sobrou da antiga ponte de madeira. Foto: Reprodução/Roney Minella

“Estivemos no local em 2020. Fizemos os levantamentos e registramos o problema. Identificamos que a ligação entre Ribas e Nova Andradina pela MS-340 acabou interditada por mais de 4 anos devido à falta desta ponte. Entramos na luta, fizemos Indicação e insistentes gestões junto ao Governo do Estado e não desistimos até ver a obra iniciada. Hoje, temos a satisfação de confirmar que a ponte está em fase final de construção e a passagem, o tráfego, finalmente está liberado no local”, anuncia Renato Câmara.

O parlamentar entrou na luta por esta melhoria atendendo a demanda apontada pelos vereadores Airton Castro e Paulinho Ramirez. As reclamações também vieram das comunidades e de lideranças do setor produtivo, dentre elas, as cobranças do produtor de pecuária, Dario, da Fazenda Lagoa Rica, em Ribas do Rio Pardo. “Entendendo que a obra era fundamental aos produtores rurais para escoamento da produção e também para o transporte de alunos que faziam o trajeto para irem à escola. Fizemos os encaminhamentos, inicialmente, com uma Indicação, depois, com gestões junto ao setor de Obras do Governo de MS. Acompanhei de perto a execução desta obra e cobrei a celeridade na execução da construção para atender os reclames da população”.

A melhoria contempla um grande número de propriedades rurais, a Associação Agricultores Familiares Lagoa Azul e a população de Ribas do Rio Pardo, que, devido a interdição da ponte era obrigada a percorrer 180 quilômetros a mais, significando um enorme transtorno, dificultando também o acesso a BR-267 através de caminhos alternativos. O mesmo benefício contempla os moradores de Nova Andradina que se deslocarem para Ribas.

Armação de ferro durante a construção da ponte sobre o Córrego Raízes – Córrego Viga. Foto: Arquivo.

“O atendimento de nossa reivindicação, com investimento de R$ 1,8 milhão para a execução das obras de drenagem e da ponte pelo Governo do Estado, através da Agesul, contempla toda essa região, uma das que mais se desenvolve. É com trabalho incansável como esse que nós contribuímos para que o Mato Grosso do Sul se desenvolva e cresça cada vez mais, sobretudo, melhorando a vida das pessoas. Intervimos e fazemos gestões para que ocorram resoluções de questões de interesse coletivo. Assim é o nosso mandato, sempre em movimento”, destaca o Deputado do Agro, Renato Câmara.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Homem fica em estado grave após invadir casa e levar golpe de foice na cabeça em Porto Murtinho

Um homem de 40 anos foi ferido com golpes de foice na tarde deste sábado (18), em Porto Murtinho. Violência aconteceu após ele invadir a...

Infestação de ratos preocupa e prejudica moradores na Capital

Diante do surto de ratos vamos precisar chamar o "Flautista de Hamelin" para Campo Grande. Diante do cenário cresce o comércio da venda de...

Levantamento aponta que etanol ainda lidera maior variação entre combustíveis

Levantamento do Procon/MS (Secretaria Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor) aponta que o etanol ainda apresenta a maior variação entre nove combustíveis monitorados...

Condenado por estuprar enteada no Paraná, é preso em Nova Andradina

Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Nova Andradina prendeu um homem de 43 anos condenado por delito de estupro cometido contra sua enteada...