segunda-feira, 15/04/2024

CAARAPÓ: Procon realiza campanha de conscientização voltada aos comerciantes locais.

O Procon de Caarapó promove, a partir de sexta-feira (15) – Dia do Consumidor -, uma campanha de conscientização voltada aos comerciantes do município. A iniciativa tem como objetivo orientar e alertar os comerciantes sobre a importância do cumprimento das normas legais relacionadas ao comércio, especialmente no que diz respeito aos direitos dos consumidores e à garantia da segurança alimentar.

A campanha visa promover uma prática comercial responsável e transparente, enfatizando questões como o prazo de validade dos produtos e a correta precificação dos itens. Além disso, busca informar os comerciantes sobre as medidas corretas a serem tomadas em caso de identificação de produtos vencidos, como a troca do produto ou a devolução do valor pago.

A ação do Procon de Caarapó reflete o compromisso das autoridades locais em proteger os direitos dos consumidores e garantir a qualidade dos produtos comercializados no município. A conscientização dos comerciantes é fundamental para a construção de um ambiente de consumo mais justo e seguro para todos.

Baseando-se na legislação consumerista e sanitária vigente, o Procon de Caarapó destaca duas diretrizes essenciais: 1 – Prazo de Validade das Mercadorias: Em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor, a Lei dos Alimentos e a Resolução da Anvisa, é terminantemente proibida a venda de produtos fora do prazo de validade. Os estabelecimentos comerciais têm o dever de assegurar que todos os produtos estejam dentro do prazo indicado nas embalagens, sob pena de sanções legais. 2 – Precificação Correta dos Produtos: Segundo a legislação, os produtos devem estar devidamente precificados, com caracteres legíveis e de fácil visualização para os consumidores. É crucial que os preços estejam claros e não haja divergências entre o valor exposto e o cobrado no caixa.

O Procon alerta ainda destaca as ações cabíveis em caso de identificação de produtos vencidos. Nesse caso, os consumidores têm direito à troca do produto vencido por outro igual ou similar, dentro do prazo de validade, sem custo adicional. Caso prefiram, os consumidores podem solicitar a devolução do valor pago, com correção monetária.

O órgão também orienta que é possível registrar uma reclamação no Procon para que o estabelecimento seja autuado e multado. Os consumidores têm o direito de denunciar o estabelecimento à Vigilância Sanitária para que sejam tomadas as medidas adequadas.

Além disso, recomenda-se aos consumidores verificar sempre a data de validade dos produtos antes da compra, comunicar aos responsáveis do estabelecimento caso identifiquem produtos vencidos e guardar o comprovante de compra para fins de reclamação de direitos.

Para mais informações sobre os direitos do consumidor e as normativas sanitárias, os interessados podem acessar os recursos disponíveis no Procon e na Vigilância Sanitária.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

“Lei das Saidinhas” é sancionada

AGORA É LEI! Sancionada pelo Presidente Lula na quinta-feira (11) lei que restringe saída temporária; vetos permitem visita à família. A Lei 14.843, de...

Com usinas de biometano, MS entra na nova fronteira de energias renováveis rumo ao Estado Carbono Neutro

Mato Grosso do Sul entra na nova fronteira das energias renováveis e transição energética com a ampliação de investimentos em usinas de biometano. Além...

Com 100 vagas, inscrições para ‘Vencendo o Medo de Dirigir’ estão abertas

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) abre, nesta terça-feira (9), inscrições para o Programa Vencendo o Medo de Dirigir de 2024. Serão disponibilizadas 100...

Prazo de inscrições para cadastro reserva de professores bolsistas do Pronatec é prorrogado até dia 15

Conforme edital publicado na edição extra do Diogrande desta quarta-feira (10), as inscrições do processo seletivo para cadastro reserva de professores bolsistas do Programa...