segunda-feira, 20/05/2024

Equinos atletas têm mais risco de complicações no sistema locomotor.

Artrites e tendinites são comuns em cavalos atletas, devido à alta exigência física que os esportes e as provas demandam. “Um tendão ou articulação afetados e não tratados de forma adequada, pode nunca mais voltar a ter a mesma capacidade funcional, comprometendo o desempenho atlético do animal e o seu bem-estar”, destaca o médico-veterinário Sérgio Kalil, Gerente de Marketing da Syntec.

Segundo o veterinário, a inflamação é uma resposta do sistema imunológico a lesões, que podem estar associadas a infecções. “No caso dos cavalos atletas, a intensidade dos treinos pode acarretar na sobrecarga dos músculos, articulações e tendões. Isso pode ser causado por treinamento intenso, movimentos bruscos e superfícies duras, entre outros fatores. A inflamação pode resultar em inchaço, dor e prejuízo de função do membro afetado”.

A tendinite é uma forma específica de inflamação que afeta os tendões – tecidos fibrosos que conectam os músculos aos ossos. Nos cavalos atletas, as tendinites são comuns devido ao estresse repetitivo nos tendões durante o exercício. “Essa condição pode ser aguda (repentina) ou crônica (desenvolvida ao longo do tempo) e pode afetar diferentes áreas do corpo do cavalo. Além dos tendões, outras áreas podem ser afetadas, como as articulações (ocasionando as artrites) e Bursa (bursite)”, explica Sérgio Kalil.

O diagnóstico e o tratamento são essenciais para controlar as inflamações. O especialista da Syntec ressalta que o processo geralmente envolve combinação de descanso, fisioterapia, anti-inflamatórios, técnicas de manejo e, em alguns casos, intervenção cirúrgica, dependendo da gravidade da lesão. “Medidas preventivas, como programa de treinamento bem planejado, aquecimento adequado, uso de superfícies de exercício adequadas e cuidados com os cascos podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver essas condições”, finaliza o veterinário.

Para auxiliar os criadores a superar casos de inflamação e tendinite em equinos, a Syntec do Brasil disponibiliza Maxitec Injetável, anti-inflamatório não esteroidal com meloxicam 3%. Considerado um inibidor seletivo da ciclooxigenase 2, o produto bloqueia a biossíntese de prostaglandinas e, consequentemente, a liberação de mediadores inflamatórios. Ele possui propriedades antipiréticas e analgésicas e pode ser usado no tratamento de inflamação aguda, febre e dor associada a lesões musculoesqueléticas, teciduais ou viscerais.

Sobre a Syntec – A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 20 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Para mais informações acesse: www.syntec.com.br

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Vasco será comandado por Rafael Paiva contra o Flamengo.

Na espera de Pacheco, Vasco será comandado por Rafael Paiva contra o Flamengo. Com o acerto cada vez mais próximo entre Vasco e Álvaro...

Prefeitura institui Plano de Atendimento à Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

A Prefeitura de Campo Grande instituiu o Plano de Atendimento à Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Este plano, desenvolvido em colaboração com...

Semana começa com Funtrab oferecendo 3.899 vagas de emprego em todo o Mato Grosso do Sul

Pujante economicamente, Mato Grosso do Sul é um dos poucos estados brasileiros praticamente em nível de pleno emprego - taxa onde a desocupação da...

Prefeitura assina ordem de serviço para reforma do Terminal Guaricurus

“Moro há mais de 40 anos na região e com muita luta conseguimos a construção do Terminal Guaicurus e a integração dos ônibus nos...