domingo, 23/06/2024

Haitiano morre após ser esfaqueado ao defender mulher de estupro

O Haitiano Eder Cairisme (58) morreu após defender uma mulher de estrupo em Dourados. No último dia 1º de janeiro, Eder ouviu gritos de socorro vindos da casa da vítima, na Vila Industrial e ao tentar ajuda-la foi esfaqueado. Ele foi socorrido em estado gravíssimo e após 15 dias internado no Hospital da Vida, veio a óbito. O autor foi preso em flagrante.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Caravina sugere ação da PGE para proibir reajustes nas tarifas de pedágios

Na sessão desta terça-feira (18), o deputado estadual Caravina (PSDB) sugeriu que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) mova uma ação, determinando a proibição do...

Com trabalho preventivo, bases avançadas no Pantanal atuam de forma eficaz e evitam focos de incêndios

Com incêndios florestais ativos em diferentes regiões do Pantanal, em Mato Grosso do Sul, o trabalho preventivo do Corpo de Bombeiros realizado ao longo...

DOF apreende veículo “recheado” de drogas em Amambai

O DOF apreenderam um veículo GM Vectra branco carregado com 295 kg de maconha e 5 Kg de skank na MS-289 em Amambai. Os...

Comissão de Acompanhamento Define Medidas Estratégicas para Concessão da BR-163/MS

Nesta quinta-feira, 20, a Comissão de Acompanhamento do Processo de Relicitação ou Repactuação do Contrato de Concessão da BR-163/MS, composta pelos deputados estaduais Mara...