quarta-feira, 17/04/2024

Para fortalecer o enfrentamento da dengue em MS, SES oferece capacitação sobre ‘Manejo Clínico da Dengue’

Com objetivo de fortalecer as estratégias de enfrentamento da dengue em Mato Grosso do Sul e evitar o agravamento dos pacientes pela doença, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) realiza nesta sexta-feira (12) a web aula “Manejo Clínico da Dengue”. A transmissão tem início às 13h30 e será feita por meio da Plataforma Telessaúde MS.

Conforme a superintendente de Vigilância em Saúde a SES, Larissa Castilho, com o aumento de casos de dengue acima do esperado para o período e clima favorável à proliferação do Aedes aegypti, a SES tem realizado ações para o enfrentamento e redução da mortalidade por Arboviroses (Dengue, Chikungunya e Zika).

“Com o período de chuva e calor é esperado o aumento da circulação do vírus e a ocorrência da doença com sintomas em indivíduos suscetíveis. Nessa web vamos reforçar as medidas de manejo clínico que já temos publicado para dar suporte aos médicos dos serviços de saúde – Atenção Primária e Hospitalar – sobre as condutas diante um caso suspeito de dengue. Assim, otimizamos os atendimentos das equipes de saúde”.

A identificação precoce dos casos de dengue é fundamental para a tomada de decisões e implantação de medidas de maneira oportuna, uma vez que se não tratada de forma adequada, a dengue pode levar o paciente à morte.

Entre os assuntos que serão abordados estão: a ocorrência de óbitos, sinais, sintomas e tratamento do paciente com dengue, a classificação de acordo com avaliação de quadro clínico para o manejo adequado e a importância da classificação de risco nos serviços.

A palestra será ministrada pela médica infectologista e consultora OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), Dra. Mariana Croda. O acesso à web aula pode ser feito através do link: https://participe.saude.ms.gov.br/forms/.

Arboviroses

O combate ao mosquito Aedes aegypti é de extrema importância. Além da Dengue, o mosquito também é responsável pela transmissão de duas graves enfermidades: a Zika e a Chikungunya.

Para controlar a proliferação do mosquito é preciso evitar água parada, em qualquer época do ano, mantendo bem tampado tonéis, caixas e barris de água, caixas d’agua; acondicionar pneus em locais cobertos; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana e fazer sempre a manutenção de piscinas.

Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeiras.

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

ITAPORÃ: Pacco entrega projeto para duplicação da MS-156 entre córrego Canhadão e Cemitério Cristo Redentor.

Durante a agenda com o Secretário de Infraestrutura e Logística de MS Dr. Hélio Peluffo, o prefeito Marcos Pacco apresentou o projeto da duplicação...

Ronilço Guerreiro destaca programação do Dia Nacional do Livro Infantil que acontece na Gibiteca

Até o próximo dia 30 deste mês a Gibiteca Mais Cultura realiza uma programação toda especial em alusão ao Dia Nacional do Livro Infantil,...

Senador Nelsinho Trad é eleito presidente da nova Frente Parlamentar pela Embrapa

Diante de desafios impostos pela crise climática, parlamentar assume o compromisso de trazer soluções para problemas que vêm impactando a agricultura O senador Nelsinho Trad...

Ronilço Guerreiro cobra prefeitura para que mudança na Agetran não atrapalhe semaforização da rotatória da Euler com a Tamandaré

Com o compromisso firmado pelo executivo municipal para a semaforização da rotatória das avenidas Euler de Azevedo com a Tamandaré neste primeiro semestre, o...