segunda-feira, 15/04/2024

Próspero e Digital: mais de 10 mil empresas foram abertas em MS nos últimos 12 meses

Mais de 10 mil empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul no ano de 2023, um recorde em toda a série histórica da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação). No acumulado de janeiro a dezembro do ano passado, foram abertas 10.117 novas empresas em território sul-mato-grossense, número 5,36% superior ao registrado no exercício de 2022, quando foram constituídas 9.602 empresas.

Esse é o quarto recorde, consecutivo, de abertura de empresas em Mato Grosso do Sul. “Após a modernização da Junta e implantação dos serviços 100% digitais em 2019, a Jucems vem obtendo os melhores desempenhos anuais na abertura de empresas. Isso já ocorreu nos anos de 2022, 2021 e em 2020, mesmo com a pandemia”, comentou o secretário Jaime Verruck.

O secretário reforça que o ritmo do crescimento de abertura de empresas em Mato Grosso do Sul está ligado a uma série de fatores de mercado e também às políticas públicas aprimoradas pelo governador Eduardo Riedel para a promoção do desenvolvimento econômico sustentável e social, para tornar o Estado cada vez mais próspero, digital, verde e inclusivo.

“O PIB do Estado tem registrado crescimento acima da média nacional e isso também reflete nesse crescimento na abertura de novas empresas. Esse foi um fator importante, pois é o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul gerando a abertura de novos empreendimentos. Além disso, o Governo do Estado criou uma estrutura digital, visando dar agilidade a esse processo, tanto que hoje, após um forte investimento em tecnologia, nós já tivemos uma redução substancial do tempo de abertura”, comentou Verruck.

O titular da Semadesc lembra que, com a implantação do MS Agiliza Empresas pela Jucems, os procedimentos de registro serão ainda mais simplificados e ágeis. “Tivemos a adesão de 100% das prefeituras municipais na Redesim e a implantação do Balcão Único, que se iniciou pelo município de Chapadão do Sul. Nós simplificamos o processo para atividades de baixo impacto e fizemos a integração com as outras licenças, como a do Corpo de Bombeiros, através do programa Prevenir”, destacou.

O diretor-presidente da Jucems, Nivaldo da Rocha, lembra também da redução do tempo de abertura de empresas em Mato Grosso do Sul. “Antes, eram dias, agora, são apenas algumas horas, o que também é um recorde, pois hoje temos o menor tempo de abertura de empresas que já registramos ao longo da história de Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Em todo o ano de 2023, o setor com o maior número de novas empresas constituídas foi o de Serviços (7.285), seguido pelo Comércio (2.456) e a Indústria (376). Somente no mês de dezembro foram abertas 622 empresas no Estado, sendo 486 no setor de Serviços, 116 no Comércio (116) e 20 na Indústria.

Os municípios que mais se destacaram no número de empresas abertas foram Campo Grande (4.331); Dourados (1.209); Três Lagoas (436); Ponta Porã (298); Naviraí (274); Nova Andradina (191); Chapadão do Sul (183); Maracaju (163); Paranaíba (156); São Gabriel do Oeste (142); Ribas do Rio Pardo (130); Sidrolândia (116) e 2.488 nos demais municípios.

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Nioaque celebra 175 anos com almoço festivo e entrega de obras

O município de Nioaque comemora, nesta segunda-feira (8), 175 anos de fundação. A cidade é conhecida como o "Vale dos Dinossauros" e está a...

Ao completar 175 anos Nioaque ganha R$ 25 milhões em obras e investimentos 

Ao completar 175 anos a cidade de Nioaque ganha R$ 25 milhões em obras e investimentos do Governo de Mato Grosso do Sul. O...

Traficante do PCC é preso em Rio Negro

O Traficante do PCC JOSÉ MARCIO DA COSTA SALUSTIANO foi preso pelo DOF em Rio Negro. Os militares receberam a informação de que uma camionete...

SONORA: Operação Divisa já prendeu 17 pessoas e continuará atuando por tempo indeterminado no municipio.

A Polícia Civil deflagrou na manhã dessa sexta-feira (5), a Operação Divisa, em Sonora/MS. A ação foi uma resposta aos recentes ataques de criminosos...