domingo, 16/06/2024

Sindicato dos Guardas pede por gratificação de periculosidade

O presidente do Sindicato dos Guardas Municipais da Capital, Hudson Bonfim, voltou a falar da necessidade de um acordo para o pagamento da gratificação de periculosidade, bem como do orçamento para o enquadramento na carreira.

Em 2022, o pagamento do benefício foi aprovado no PPA (Plano plurianual), LOA (Lei Orçamentária Anual) e na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Além de ser sido sancionado pela prefeita Adriane Lopes.

“Esse sindicato nunca veio aqui para tirar direito. Estamos aqui buscando direitos. São cinco sindicatos aqui presentes e direitos estão sendo cerceados. Temos no PPA, LOA e LDO o adicional de periculosidade”, afirmou.

“Campo Grande é a única capital que não paga periculosidade. Em Mato Grosso do Sul, tem seis guardas municipais, e Campo Grande é a única que não paga, mesmo com a lei sancionada”, afirmou.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Governo do Estado nomeia 116 aprovados no concurso público da Secretaria de Saúde

Foi publicado nesta terça-feira (11) no Diário Oficial do Estado o decreto com a nomeação de 116 aprovados no Concurso Público da SES (Secretaria...

MS lidera geração de empregos no setor florestal no Brasil

Mato Grosso do Sul tem se tornado um polo de atração de novos empreendimentos no setor agropecuário e a produção florestal tem sido o...

Escolagov-MS apresenta recomendações para fortalecimento das escolas de governo do Brasil

A Escolagov-MS (Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul), instituição vinculada à SAD (Secretaria de Estado de Administração), participa do 2º Encontro...

Reconhecido entre os cinco melhores hospitais do Brasil, HU-UFGD faz cerimônia para afixar placa do Prêmio Dr. Pinotti 2024

Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD/Ebserh) realizou na sexta-feira (7) a cerimônia de fixação da placa comemorativa do Prêmio Dr. Pinotti...