segunda-feira, 15/04/2024

Geraldo Resende quer criar um espaço cultural e de tradições para homenagear os 80 anos da migração nordestina no Mato Grosso do Sul

Para celebrar os 80 anos da migração nordestina em cidades como Dourados, Vicentina, Fátima, Angélica, Glória de Dourados, Naviraí, entre outras do Mato Grosso do Sul, o deputado federal Geraldo Resende (PSDB/MS) se reuniu, nesta terça-feira (12), com a ministra da Cultura, Margareth Menezes, para apresentar uma proposta inovadora, que é a construção de um espaço cultural e de tradições em homenagem aos nordestinos que ajudaram a construir e a potencializar os municípios do estado.

A migração nordestina no Mato Grosso do Sul começou em 1943, durante o terceiro governo do presidente Getúlio Vargas (1937-1945). Naquela época, foi fundada a Colônia Agrícola Nacional de Dourados, após uma ampla reforma tributária. O objetivo do Governo Central era incentivar o desenvolvimento econômico no Centro-Oeste brasileiro, através da força de trabalho e da mão de obra de nordestinos que buscavam novas oportunidade de emprego, especialmente em atividades relacionadas ao campo.

De acordo com o parlamentar, o espaço cultural e de tradições seria sediado em Dourados e abrigaria exposição de produtos típicos, gastronomia, obras-primas e artes, apresentações musicais e teatrais típicas do Nordeste, além revelar a história e a relação entre os municípios do estado com o Nordeste brasileiro.

“Em reconhecimento desse esforço e todo empenho de tantos homens e mulheres nordestinas que ajudaram a construir e a desenvolver as nossas cidades ao longo de 80 anos, é mais do que justo construir um espaço que remeta as tradições, as raízes e toda a cultura nordestina a aqueles que trabalharam para construir o nosso Mato Grosso do Sul”, destacou o deputado Geraldo Resende.

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, elogiou a proposta pioneira do parlamentar. “O Governo Federal está muito empenhado para maximizar as tradições e as raízes do nosso povo, seja pelo turismo, seja para contar a história regionais para o nosso próprio povo. E esse projeto do deputado Geraldo Resende é importante, porque resgata a história da migração com vínculos fortes e preciosos com o Mato Grosso do Sul”, disse.

Nesse primeiro passo, o deputado Geraldo Resende vai buscar a viabilidade de um terreno da Cobal em Dourados. Em seguida, ele trabalhar para apresentar o projeto executivo para ser levado ao ministério da Cultura e, também, a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura do Governo do Estado.

“Estou disposto a aplicar parte das minhas emendas individuais a esse projeto importante. E temos o apoio do Governo do Estado e ministra, através do Governo Federal, para investir na construção desse espaço em homenagem ao povo nordestino que ajudou a desbravar e a construir as nossas cidades,” afirmou Geraldo Resende. 

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

CASSILÂNDIA: Rede Municipal de ensino do município ganha prêmio de R$ 8 mil

É com muita alegria que anunciamos que o Centro Municipal de Educação Vereadora Ilma Alves da Costa, da Rede Municipal de Ensino de Cassilândia,...

NIOAQUE: Novas médicas reforçam equipe de saúde

Nioaque recebe reforço médico com a chegada de duas novas profissionais ao Programa Mais Médicos, impulsionando os serviços de saúde locais. As novas médicas...

As Dez Mais

Sexta, 12 de abril de 2024. Programa será ouvido por gente que sabe que: “Você é responsável por tudo na sua vida: do melhor ao pior....

Traficante e estuprador são presos em MS

Um traficante e um estuprador foram presos em Ribas do Rio Pardo. Os policiais receberam informações de um indivíduo, de 49 anos com mandado...