sábado, 18/05/2024

Jean Wyllys massacra Ramiro, personagem gay de Terra e Paixão: ‘pobreza subjetiva’

O ex-deputado federal e ex-BBB Jean Wyllys causou nas redes sociais ao criticar severamente o personagem Ramiro (Amaury Lorenzo) da novela das nove da TV Globo,”Terra e Paixão”. Em publicações no Twitter, Jean detonou a redenção do capanga e disse que isso só acontecerá porque o personagem é gay.

“Sem querer me meter em algo que nem acompanhei, mas já me metendo: redimir um assassino em série e torturador a serviço do agrobusiness só porque ele vive um romance gay não é uma mensagem problemática para uma telenovela?”, questionou o ex-BBB.

O comentário foi o suficiente para Jean Wyllys receber uma enxurrada de críticas. Detonado pelos internautas que são fãs de Ramiro e seu romance com Kelvin (Diego Martins), o ex-deputado não se conteve diante dos ataques e decidiu dar uma resposta aos haters.

“Descobri que no Twitter tem seita e milícia digital até entorno de casal gay de telenovela. É muita pobreza subjetiva e muita falta de roupa para lavar por parte de muitas gays e mulheres. Cruzes!”, criticou, rebatendo os comentários em seu desfavor.

E não parou por aí, no mesmo pronunciamento, Jean fez questão de “massacrar” o personagem adorado e todos os seus fãs, mas deixou claro: “Não é o ator (excelente) que está em jogo aqui. É o personagem ruim. Deixem de burrice”, finalizou ele.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Mato Grosso do Sul terá 76 obras e equipamentos do PAC Seleções para melhorar a vida das mães

Uma das vertentes do Novo PAC do Governo Federal tem impacto direto no cotidiano de mães e de responsáveis pelo cuidado com crianças e...

Deputado Zé Teixeira atende reivindicações de Ivinhema e Caracol

Os moradores do Distrito de Amandina, em Ivinhema, pediram o apoio do deputado Zé Teixeira, 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa, para a instalação de...

Comerciante preso com arma na Operação Guatambu II é solto após pagamento de fiança

Comerciante (60) preso com arma em casa durante a Operação Guatambu II no Jardim Centenário foi posto em liberdade após pagamento de fiaça no...

Barreira é erguida para conter botijões de gás à deriva no Rio Grande do Sul

Barreira é erguida para conter botijões de gás à deriva que correm o risco de se dispersarem de uma distribuidora por conta da enchente...