sábado, 18/05/2024

Aves precisam de assistência nutricional após tratamento de bico

O tratamento de bico é muito comum na avicultura, principalmente em aves de postura. O procedimento tem como finalidade reduzir taxas de mortalidade, bem como canibalismo. “Para a produtividade, é algo extremamente positivo, mas que requer atenção no pós-procedimento, já que as aves tendem a reduzir drasticamente o consumo de água e ração, o que pode comprometer a postura”, alerta Verônica Silva, zootecnista da Auster Nutrição Animal.

Em grande parte dos casos, o procedimento é realizado no início da vida das aves – momento decisivo para o desenvolvimento dos sistemas imune e digestivo. Devido à adaptação ao novo formato de bico, que passa por corte e cauterização da ponta superior e inferior, eventualmente as aves consomem menos alimentos – essa reação ao tratamento pode ocasionar má formação do sistema imunológico e digestivo.

“Isso vai prejudicar a ave no futuro. Sem a devida assistência para que ela retorne ao consumo habitual, a deficiência nutricional pode gerar prejuízos em termos de resposta vacinal e redução da absorção de nutrientes, além de torná-la mais suscetível ao aparecimento de doenças”, ressalta Verônica. Para que as aves enfrentem bem esse momento, a solução é reforçar a alimentação para que elas tenham acesso a níveis ideais de nutrientes, vitaminas e energia.

Verônica Silva explica “que o fornecimento de aditivos para suporte imunológico das aves pode proporcionar consistência no desenvolvimento e reduzir o risco da ocorrência de enfermidades durante o período de estresse. Mesmo assim, é preciso estimular o consumo sempre que possível”.

O bem-estar é um dos fatores que mais influenciam a produtividade. O estresse da fase de adaptação ao bico aliada à possível desnutrição pode enfraquecer a defesa natural do organismo, reduzindo o crescimento e impactando negativamente a postura – o que pode comprometer o resultado a longo prazo, já que as aves que não se fortalecem no início da vida podem apresentar fragilidade imunológica no futuro, além de perder a eficiência na captação de nutrientes.

A Auster Nutrição Animal está atenta às necessidades dos avicultores e desenvolve soluções de acordo com as exigências do mercado. “Um exemplo é a Linha Númia Postura, indicada para diferentes períodos da vida das poedeiras, inclusive para reforçar a alimentação após o tratamento de bico. São soluções nutricionais eficientes que dão importante suporte às aves e ao avicultor nesse período de adaptação”, finaliza Verônica Silva.

CATEGORIAS:

Últimas Notícias

spot_img

Mais notícias

Oficina ‘Ações Educativas em Museus’ é oferecida gratuitamente no MIS

O MIS (Museu da Imagem e do Som), unidade da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) em parceria com o Sistema...

BELA VISTA: Prefeitura e Nipoassist promovem ação de saúde para servidores municipais.

A Prefeitura de Bela Vista, em parceria com a Nipoassist, empresa responsável pelo plano de saúde dos servidores municipais, irá promover uma grande ação...

DOF recupera veículo oficial furtado na Capital na MS-164

O DOF recuperou na noite de sábado (11), um Fiat Argo branco que havia sido furtado na Capital da frota da Secretaria de Assistência...

MS tem previsão de sol e variação de nebulosidade hoje (16)

A previsão para esta quinta-feira (16) indica tempo firme, com sol e variação de nebulosidade devido a atuação de uma alta pressão atmosférica. De...